No cinema

Um sujeito entra no cinema e vê um outro sentado, com uma perna na cadeira da frente e a outra na outra cadeira do lado, um braço na cadeira da direita e o outro na cadeira da esquerda. Sua cabeça jogada para trás atrapalhava a fila de pessoas que tentava se acomodar. O sujeito estava
completamente esparramado e não demonstrava esforço em sair daquela posição. O sujeito que havia entrado no cinema não aguentou e, irônico, disse:

– E aí, meu amigo? Você não gostaria de um whyskizinho, um
amendoinzinho, uma cervejinha… quem sabe mais umas dez
cadeiras para espichar um pouco mais?

E o esparramado:

– Olha! Querer eu até quero, mas primeiro chama uma ambulância porque faz umas duas sessões que eu cai lá de cima do balcão…