Desejos

São três garotos que estão andando na praia. De repente eles vêem alguém se afogando. Os três conseguem, com sua dedicação, trazer o coitado para a praia. E, surpresos, descobrem que se trata, nada menos, do Lula, o ex-Presidente da República, que eles salvaram de uma morte atroz.

Depois de recuperar os sentidos, Lula diz aos garotos:

– Digam o que vocês mais desejam, e eu vou tentar conseguir para vocês!

O primeiro responde:

– Eu queria ganhar um milhão!

Lula garante que não vai ser problema, que o Mantega libera a grana rapidamente.

O segundo garoto diz:

– Eu queria ter um Mirage só prá mim.

Lula vê aí uma boa oportunidade de se livrar de um desses aviões obsoletos comedores de dinheiro, e diz ao garoto que ele vai mandar o avião no dia seguinte.

Enfim o terceiro garoto diz:

– Eu queria participar do Programa de Proteção das Testemunhas da Polícia Federal.

Lula pergunta o motivo deste desejo tão inusitado.

E o garoto responde:

– Porque na hora que souber o que eu fiz, meu pai vai querer me matar!


Canal Telegram – Sorria
https://t.me/gruposorria

O cachorro

Numa manhã de domingo, Lula passeava de carro com seu chofer pelas redondezas das fazendas perto da sua, quando de repente… Splash! O carro atropela um cachorro!

O presidente pede:

“Antônio, por favor, vá até a casa da fazenda e diga ao dono que atropelamos o seu cachorro!”

O motorista vai e só depois de algumas horas ele volta, todo amarrotado, cambaleando e com um litro de vinho na mão…

Lula se irrita:

“O que aconteceu com você? Pode me explicar?”

E o Antônio responde, com voz de mamado:

“Olha… Nem sei… Cheguei lá e o dono da fazenda me deu comida à vontade, sua mulher me fez massagem, a filha de 19 anos transou comigo apaixonadamente, e ainda me deram um monte de bois!”

“Mas o que você disse a eles?” – estranha o presidente.

E o motorista:

“O que o senhor me pediu, ué. Cheguei lá e disse: ‘Olá. Eu sou o chofer do Lula e matei o cachorro!’ “

Sanidade

O ex-Presidente Lula vai visitar um hospício e é recepcionado por uma comissão de pacientes.

“Viva o Presidente! Viva o Presidente!” – gritavam eles, entusiasmados.

Ao ver um dos componentes da turma calado, um dos assessores do presidente, abordou-o e perguntou:

“E você, por que não está gritando: “Viva o Presidente!” ?

“Porque eu não sou louco, sou médico!”

Inferno

O FHC morreu e foi para o inferno. Como castigo, ele teve que ficar num imenso tanque de merda, atolado até o queixo, isso porque ele ainda estava na ponta dos pés.

De repente, ele olha para o lado e vê o Maluf atolado somente até a cintura nesse mesmo tanque. Indignado, o Fernandinho chama o Capeta para reclamar:

“Tenha dó! Eu não fui tão mal assim na Terra! Eu criei o Real, mantive a inflação praticamente estabilizada, nunca ninguém encontrou nada que pudesse denegrir a minha imagem! E aqui estou, afogado nesse tanque de cocô até o queixo, enquanto o Maluf que roubou anos declaradamente, esteve envolvido com os precatórios entre outras, está atolado até a cintura! Por que isso?

O Capeta olhou irritado e ordenou:

“Maluf, quantas vezes eu já falei pra você não subir na cabeça do Lula?”

O meu é melhor

O Lula foi até o gabinete da Dilma, para falar sobre as obras do grande estádio da Nação Corintiana, o “Corintião”.

Chegando lá, foi logo dizendo ao secretario:

“Cadê a PresidAnta? Avisa para ela que o Lula está aqui para falar com ela.”

A secretária retrucou:

“Seu Lula, acho que ela não vai poder atender, está com um pessoal que veio de Brasília…”

“Vai lá e fala logo que eu vim de Mercedes!”

Contribuições Patriotas

O sujeito está viajando de carro para Goiânia quando de repente o trânsito pára e a situação não muda por alguns minutos. Então ele desce do carro pra esticar as pernas, uma mulher aparece correndo, ofegante e ele pergunta o que está acontecendo.

– Uns sequestradores pegaram o Lula como refém e estão pedindo mil reais pra soltá-lo! Se ninguém der o dinheiro eles vão jogar gasolina nele e atear fogo! Então nós estamos passando de carro em carro para pedir donativos.

– E quanto vocês já conseguiram? – perguntou ele, aflito.

– Ahhh… Até agora uns vinte litros!

Utilidade da Educação

Um suíço, à procura de orientação sobre o caminho, pára seu carro ao lado de outro com dois brasileiros dentro.

– Entschuldigung,koennen Sie Deutsch sprechen?,perguntou o suíço.

Os dois brasileiros ficaram mudos.

– Excusez-moi, parlez vous Français?, tentou ele.

Os dois continuaram a olhar para ele impávidos e serenos.

– Prego signori, parlate Italiano? Nada por parte dos brasileiros.

Hablan ustedes Español? Nenhuma resposta.

– Please, do you speak English?

Nada… Angustiado, o suíço desiste e vai embora.

Palocci vira-se para Lula e diz:

– Talvez devêssemos aprender uma língua estrangeira.

– Mas pra quê companheiro?, pergunta Lula. Aquele idiota sabia cinco e não adiantou coisa alguma!

Repita, por favor

Um dia ensolarado do ano 2007 um homem idoso se aproximou do Palácio da Alvorada, depois de atravessar a Praça dos Três Poderes, e falou com o “Dragão da Independência” que montava guarda ao estabelecimento:

– Eu gostaria de entrar e me entrevistar com o Presidente Lula.

O Soldado olhou para o homem e disse:

– Senhor, o Sr. Lula não é presidente e não mora mais aqui há algum tempo.

O homem disse:

– Está bem – e se foi.

No dia seguinte, o mesmo homem idoso se aproximou do Palácio da Alvorada e falou com o mesmo “Dragão”:

– Eu gostaria de entrar e me entrevistar com o Presidente Lula.

O Soldado novamente disse:

– Senhor, como lhe falei ontem, o Sr. Lula não é presidente nem mora mais aqui há algum tempo.

O homem agradeceu-lhe e novamente se foi.

No terceiro dia, o mesmo homem idoso se aproximou do Palácio Alvorada e falou com o mesmo guarda:

– Eu gostaria de entrar e me entrevistar com o Presidente Lula.

O Soldado, compreensivelmente irritado, olhou para o homem e disse:

– Senhor, este é o terceiro dia seguido que o Sr. vem aqui e pede para falar com o Sr. Lula. Eu já lhe disse que ele não é mais o presidente nem mora mais aqui há algum tempo. O Senhor não entendeu?

O velho homem olhou para o brioso soldado e disse:

– Sim, eu compreendi perfeitamente, mas eu adoro ouvir isso!

O soldado ficou em posição de sentido, prestou uma vigorosa continência e disse:

– Vejo-o amanhã… senhor!

Tartaruga num poste

Um rapaz passava por uma praça pública quando resolveu dar uma esfriada na cabeça e sentou em um banco, ao lado de um senhor já idoso. Puxando assunto sobre a vida, começaram a conversar sobre o país, o governo e, fatalmente, sobre o Lula.

E o velhinho disse:

– Bom, o senhor sabe, o Lula é uma tartaruga num poste.

Sem saber o que o velho quis dizer, ele perguntou o que era uma “tartaruga num poste”.

A resposta foi:

– É quando o senhor vai indo por uma estradinha e vê um poste, desses de cerca de arame farpado, com uma tartaruga em cima dele. Isto é uma tartaruga num poste.

Diante do ar de interrogação na cara do empresário, o velho explicou:

– Primeiro, você não entende como ela chegou lá; segundo, você não acredita que ela esteja lá; terceiro, você sabe que ela não subiu lá sozinha; quarto, você sabe que ela não deveria e nem poderia estar lá; quinto, você sabe que ela não vai conseguir fazer absolutamente nada enquanto estiver lá. Então tudo o que temos a fazer é ajudá-la a descer de lá.