A Arca de Noé da Silva

No início do ano 2000, o Senhor chamou Noé da Silva e ordenou-lhe:

– Dentro de seis meses, farei chover ininterruptamente durante 40 dias e 40 noites, até que todo o Brasil seja coberto pelas águas. Os maus serão destruídos mas quero salvar os justos e um casal de cada espécie animal. E ordena, como na passagem bíblica, a construção de uma arca de madeira.

No tempo certo, os trovões deram o aviso e os relâmpagos cruzaram o céu e Noé da Silva chorava ajoelhado no quintal quando ouviu a voz do Senhor soar furiosa entre as nuvens:

– Onde está a arca, Noé?

– Perdoe-me, Senhor – suplicou o homem. Fiz o que pude, mas encontrei dificuldades imensas. Teria primeiro que obter uma licença da Prefeitura e pagar altas taxas para obter o alvará. Acabaram me pedindo contribuição para a campanha do prefeito à reeleição. Precisando de dinheiro, fui aos bancos e não consegui empréstimos, mesmo aceitando aquelas taxas de juros. Afinal, nem teriam mesmo como me cobrar depois do dilúvio. O Corpo de bombeiros exigiu um sistema de prevenção de incêndio mas consegui subornar um funcionário. Começaram então os problemas com o Ibama para a extração da madeira. Eu disse que eram ordem suas mas eles só queriam saber se o projeto fazia parte do PPA. Tentei falar com o relator mas eles estavam brigando pelo cargo no Congresso. Neste meio tempo, o Ibama descobriu também uns casais de animais guardados em meu quintal e me aplicaram uma pesada multa. Quando resolvi começar a obra na raça, apareceu o sindicato exigindo que eu contratasse seus marceneiros com garantia de emprego por um ano. Veio em seguida a Receita, falou em sinais exteriores de riqueza e me multou também. A Secretaria de Meio Ambiente pediu o Relatório de Impacto Ambiental sobre a zona a ser inundada. Quando mostrei o mapa do Brasil, chamaram o serviço psiquiátrico!

Noé terminou o relato chorando mas notou que o céu clareava.

– Senhor, então não irás mais destruir o Brasil?

– Não! – respondeu a voz entre as nuvens -, alguém já se encarregou de fazer isso!

(Jornal o Globo de 5.10.99, Coluna Política)

Anúncios

Se A Internet Tivesse Sido Criada Pelo Governo Brasileiro

Se A Internet Tivesse Sido Criada Pelo Governo Brasileiro

  • Cada website teria que observar as normas da ABNT;
  • Conta no Facebook só poderia ser registrada com CPF e RG;
  • Haveria cotas para conteúdo nacional no Youtube;
  • Sua Senha de Acesso Universal (SAU) estaria seguramente protegida no cartório de sua cidade;
  • A cada seis meses a Folha Dirigida listaria novo concurso para vagas de Moderador de Redes Sociais;
  • Comentários em blogs seriam aprovados pelo Ministério da Comunicação Informática;
  • Spams implicariam em multa de até 20 (vinte) salários mínimos;
  • Os preços na Amazon já incluiriam imposto sobre lucro presumido;
  • Cada email enviado teria que pagar uma pequena taxa aos Correios por “substituição eletrônica de correspondência”;
  • O Twitter teria que aumentar o número de caracteres para não “impor limites à expressividade do povo brasileiro”;
  • Os pobres receberiam um vale-wikipedia que daria acesso a até 10 artigos por mês;
  • A Argentina não teria internet.

(http://www.capitalismoparaospobres.com/)