Loura fenomenal

O sujeito vai fazer uma viagem de avião, senta-se ao lado de uma loura fenomenal e vai logo puxando conversa.

– O que você faz?

– Eu sou sexóloga!

– Puxa, que legal! – disse ele, começando a se animar.

– Eu estudo o comportamento sexual das pessoas. Neste instante estou indo a Paris para apresentar a minha tese sobre a influência da etnia na vida sexual das pessoas.

– Como assim?

– Vou dar um exemplo: Em meus estudos eu descobri que os índios são os que têm os maiores membros.

– Hum… Interessante.

– Já os judeus são os que conseguem manter a ereção por mais tempo, enquanto os brasileiros são os amantes mais quentes… E você, o que faz?

– Eu sou, empresário, muito prazer, me chamo João Touro Bravo Rosenberg.

O funeral

Saindo do supermercado, um homem depara com uma inusitada procissão de funeral.

Primeiro vinha um caixão preto. Depois um segundo caixão preto. Em seguida um homem sozinho levando um pitbull na coleira. Finalmente atrás dele uma longa fila indiana só de homens.

Sem conseguir conter a curiosidade, ele se aproxima delicadamente do homem com o cachorro e diz:

“Meus sentimentos por sua perda. Eu sei que o momento não e apropriado, mas… eu nunca vi um enterro assim… o senhor poderia me dizer quem faleceu?”

“Bem… no primeiro caixão esta a minha esposa”

“Sinto muitíssimo! o que aconteceu com ela?”

“Meu cachorro… ele a atacou…”

“Que tragédia! E o segundo caixão?”

“Minha sogra… ela tentou salvar a filha…”

Um silêncio consternado e pungente. Os dois homens olham-se nos olhos.

“Você me empresta o cachorro?”

“Entre na fila!”