Minerin na mior casa de Sun Paulo

MINERIN NA MIOR CASA DE SUN PAULO.

A Madame abre a porta do bordel e dá de cara com o Mineirin vestido com roupas modestas.
– Diga? pergunta ela.
– Eu quero a Natasha! – respondeu o Mineirin.
– Caro senhor, a Natasha é uma das nossas ‘meninas’ mais caras, eu posso te apresentar outra…
– Não, eu quero a Natasha. – insiste o Mineirin…
Então a Natasha aparece, um espetáculo, um monumento, salto alto, corpete, meias, e diz logo ao Mineirin que o valor é R$1.000,00 por hora.
O Mineirin nem pisca e, tirando o dinheiro escondido no sapato, diz ‘tudo bem.’Então, ela leva-o para o quarto onde eles passam uma hora inesquecível… com direito a tudo, tudo mesmo.
Na noite seguinte, o Mineirin aparece novamente e pergunta pela Natasha. Ela estranha porque nenhum cliente dela veio duas noites seguidas e que ela não faria desconto…
O Minerin pega a grana novamente e entrega a Natasha, que o leva para o quarto onde a sessão se repete, ainda melhor que no dia anterior.
Na noite seguinte, ninguém acredita. Mais uma vez o Mineirin entrega os R$1.000,00 a ‘menina’ e vão para o quarto e mais uma vez 1 hora de loucura.
Natasha não resiste e pergunta ao Mineirin:
– Ninguém nunca usou os meus serviços três noites seguidas, afinal sou a mais cara da casa. De onde é o Senhor?
– Sou de Bê lorzonte…
– Sério?! Eu tenho uma tia que mora lá!
– Eu sei, foi ela que pediu para lhe entregar os treis miu reau…

Anúncios