De nariz tapado

O bêbado chegava todo dia no boteco, pedia uma pinga, tapava
o nariz e tomava tudo num só gole.
Um dia o balconista não se conteve:
– Escuta aqui, ô cara! Por que você tapa o nariz enquanto bebe?
E o bêbado:
– É que o cheiro da pinga me dá água na boca… e eu gosto dela é pura!