Procurando Jesus

Como você sabe, os batistas são batizados adultos, e que isso é feito afundando-os por completo na água de um rio. Esta é a história de um mendigo, bêbado como um gambá, que chega no meio de uma cerimônia batista. Vendo o pastor no meio do rio, o bêbado junta-se a ele meio cambaleando. O homem da igreja, que não notou o estado de ebriedade de sua ovelha diz:

– Irmão, você está pronto para encontrar Jesus?

O bêbado olha atrás dele, constata que é com ele mesmo e então responde:

– Lógico, reverendo… lógico que estou.

Nesse momento, o pastor o agarra pelo pescoço e lhe afunda a cabeça debaixo d’água, e o traz à tona.

– Você encontrou Jesus? – pergunta o reverendo.

– Não, eu não encontrei – responde o bêbado.

O reverendo mergulha-o um pouco mais desta vez e em seguida pergunta:

– E agora, irmão, você encontrou Jesus?

– Nããããão, reverendo, ainda não.

Irritado, o pastor deixa o bêbado uns bons 30 segundos debaixo d’água, e em seguida pergunta:

– E agora, você encontrou Jesus, afinal?

O bêbado murmura no ouvido do pastor:

– O senhor tem certeza de que foi aqui que ele caiu?

Tenha fé

O Diabo fez um desafio a Jesus:

“Aposto como digito muito mais rápido do que você…”

O desafio foi aceito.

No dia marcado, Jesus de um lado com um XT 4.77Mhz e o diabo com um Pentium III/900Mhz, rodando Windows 98, 256Mb de memória RAM.

Todos a postos. O diabo estala os dedos enquanto Jesus olha calmamente para o seu oponente. Inicia-se a competição. Aquele que digitasse mais texto em 30 minutos seria o vencedor.

O Diabo digita de maneira feroz, a uma base de 900 toques/minuto.

Do outro lado da sala, Jesus digita usando apenas os dois dedos indicadores,no melhor estilo “Catador de milho em Jerusalém”.

A platéia fica, obviamente nervosa com a performance do Messias, e rói as unhas…

Quinze minutos se passam. O diabo digitou cerca de 10Mb de texto, sem erros, enquanto Jesus ainda esta na casa dos 5Kb. Os olhares se tornam mais nervosos.

Vinte e cinco minutos passados. O diabo já anda pela casa dos 20Mb de texto. Jesus anda pelos 8Kb…

Vinte e nove minutos passados. PLUM! Cai a luz…

Desespero geral, pânico, gritaria. Os juízes decidem terminar a competição pelo tamanho final do arquivo.

Tamanho final do arquivo de Jesus: 10Kb. Tamanho final do arquivo de Belzebu: 0Kb!

“Mas não pode ser!!!”, grita o canhoto. “Isso é roubo! Roubo!” Só eu poderia fazer isso! Grita, reclama mas não adianta. Perde a competição.

Jesus volta tranquilo para o paraíso, com aquele risinho de canto de boca tão típico.

MORAL DA HISTÓRIA:
“SÓ JESUS CRISTO SALVA”

A ceia

Estavam reunidos em um almoço oferecido por um dos milhares de ouvintes após um costumeiro sermão de horas em que Jesus ministrou na Galiléia.

Desde cedo tanto ele como seus Apóstolos nada haviam comido, e estes agradeceram a Deus por Jesus ter aceitado este almoço, oferecido tão generosamente, afinal já passavam das 14h00 e ainda não haviam comido nada.

Reunidos em volta da mesa, os pratos se apresentavam por demais apetitosos. Pedro já ia lançando mão na travessa de frango quando o mestre diz:

– Pedro, Pedro, não irás lavar primeiro as mãos?

Recompondo-se, Pedro diz:

– Sem dúvida ó grande mestre, já ia agora mesmo fazê-lo. E Pedro entra na fila para lavar as mãos.

Tão logo termina a tarefa, volta a se recostar ao redor da mesa e lançando mão na travessa onde estava o frango é novamente interrompido por Jesus que diz:

– Sem dúvida não iremos nos alimentar sem antes agradecermos ao Pai por esta generosa mesa, não é mesmo Pedro?

Novamente se recompondo Pedro diz:

– Lógico meu Senhor. Por favor, represente-nos em oração.

– Com o maior prazer meu caro Pedro.

E Jesus inicia uma oração que parece não ter mais fim. Pedro nesta altura do campeonato já não se aguenta de tanta fome, principalmente com o delicioso cheiro do frango que exala de uma das travessas sobre a mesa.

Assim sendo não se contém, pega uma coxa e mesmo enquanto Jesus orava, Pedro devora o suculento pedaço.

Ao terminar a oração, Jesus abre os olhos e olhando para a travessa de frango percebe que o mesmo agora somente tem uma coxa. Nisto pergunta a Pedro.

– Não acha interessante caro Pedro, o frango sobre a mesa para nos alimentarmos dele ter apenas uma perna?

Pedro mais do que depressa responde:

– Não, não acho não meu Senhor. Não sabias tu que nesta região é comum encontrarmos frangos de apenas uma perna?

E nesta hora percebe um frango que dorme empoleirado próximo a uma janela e diz:

– Veja o Sr. mesmo meu Senhor aquele frango, tem apenas uma perna.

Jesus com uma cara de desconfiado e não acreditando na cara de pau de Pedro, chega perto do frango e grita:

– Passa, passa!

E o frango acorda e sai andando com suas 2 pernas.

Em seguida Jesus olha para Pedro e ameaçando uma resposta é imediatamente interrompido pelo mesmo, que diz:

– Mestre, mestre, o Sr. não perde a mania. Sempre fazendo seus milagres, hein?

No lago da Galileia

Em Israel, o turista vai visitar o Lago da Galiléia.

– Quanto é o passeio? – pergunta a um sujeito que alugava barcos.

– Cinquenta dólares por meia-hora.

– Cinquenta dólares? Você está maluco?

– Mas, meu senhor… – explica o vendedor. – Esse é o lago por onde Jesus andou sobre as águas.

– Também pudera! Com esse preço!

Jesus está te olhando…

Um ladrão entra tarde da noite numa casa, e enquanto estava andando bem de mansinho na sala ele
ouve uma voz:
– Jesus está te olhando!
Assustado ele pára, olha para todos os lados, mas não vê ninguém e então resolve continuar…
Momentos depois, escuta novamente a mesma voz dizendo:
– Jesus está de olho em você!
Quase se borrando, ele descobre um papagaio numa gaiola num canto da sala. Ele se aproxima e
pergunta:
– Foi você que falou que Jesus está me vendo?
E o papagaio responde:
– Foi.
E o diálogo continua:
– Pô, cara, você quase me mata de susto… Qual o seu nome?
– Judas.
– Mas que nome estranho para um papagaio, você não acha? Quem foi que te colocou esse nome?
– Foi o mesmo idiota que colocou o nome de Jesus, naquele PITBULL ali…

Lula e Jesus

Lula discursava para dezenas de milhares de pessoas no Anhangabaú, em SP, numa convenção do PT, quando de repente aparece Jesus Cristo baixando lentamente do céu.

Quando chega ao lado de Lula, lhe diz algo ao ouvido. Então Lula dirigindo-se à multidão diz:

– Atenção companheiros! O companheiro Jesus Cristo, aqui, quer dizer umas palavras para vocês.

Jesus pega o microfone e diz:

– Povo brasileiro, este homem que tem barba como eu, não lhes deu o pão do conhecimento da mesma forma que eu fiz?

O povo responde:

– Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim!

– Não é verdade que, assim como eu multipliquei os pães e peixes para dar de comer a todos, este homem “inventou” o Fome Zero para que todos pudessem se alimentar?

– Siiiiiiiiiiiiiiiiiiim!, respondeu o povão.

– Não é verdade que assegurou tratamento médico e remédios para os pobres, assim como eu curei os enfermos?

O povo grita:

– Siiiiiiiiiiiiiiiiiim!

– Não foi traído por companheiros de partido, assim como eu fui traído por Judas?

O povo então gritou ainda mais forte:

– Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim!

– Então o que Vocês estão esperando para crucificá-lo?

Perfeito

Maria Madalena estava no meio da praça, prestes a ser apedrejada quando Jesus interviu a seu favor:

– Quem aqui nunca errou que atire a primeira pedra…

Todos que estavam ali recuaram e jogaram as pedras no chão, menos um português, que se abaixou, pegou um tijolo do chão e jogou bem no meio da testa da coitada…

Então Jesus ficou inconformado e foi conversar com ele:

– Manoel, meu filho… Por acaso você nunca errou?

– Olha, senhor… Eu posso até ter errado, mas dessa distância não…

Lenda da chegada de Jesus na Bahia

Estavam um carioca, um paulista e um baiano no boteco do Mercado Modelo, quando o carioca diz aos outros:

– Merrmão, esse cara que entrou aí é igual a Jesus Cristo.
– Tás brincando! – dizem os outros.
– Tô te falando! A barba, a túnica, o olhar…

O carioca levanta-se, dirige-se ao homem e pergunta:

– Mermão, digo, Senhor, Tu é Jesus Cristo, não é verdade?
– Eu? Que ideia!
– Eu acho que sim. Aí…, tu é Jesus Cristo!
– Já disse que não! Mas fale mais baixo.
– Pô, eu sei que tu é Jesus Cristo.

E tanto insiste que o homem lhe diz baixinho:

– Sou efetivamente Jesus Cristo, mas fale baixo e não digas a ninguém, senão isto aqui vira um pandemônio.
– Mas eu tenho uma lesão no joelho desde pequeno. Me cura aí brother, digo, Senhor!
– Milagres não. Tu vais contar aos teus amigos e eu passo a tarde fazendo milagres.

O carioca tanto insiste que Jesus Cristo põe a mão sobre o seu joelho e cura-o.

– Pô, valeu! Ficarei eternamente grato! – agradece, emocionado, o carioca.
– Sim, sim! Não grites e vai-te embora e não contes a ninguém.

Logo em seguida, chega o paulista…

– Aí ô meu, o carioca disse que és Jesus Cristo e que o curaste… Tenho um olho de vidro. Cura-me também!
– Não sou Jesus Cristo! Mas fale baixo.

O paulista tanto insistiu que Jesus Cristo passou-lhe a mão pelos olhos e curou-o.

– Oh lôco meu! Obrigado mesmo! Agradece, emocionado, o paulista.
– Vai-te agora embora e não contes a ninguém.

Mas, Jesus Cristo bem o viu contando a história aos amigos e ficou à espera de ver o baiano ir ter com ele. O tempo foi passando e nada. Mordido pela curiosidade, dirigiu-se à mesa dos três amigos e pondo a mão sobre o ombro do baiano, começou a perguntar:

– E tu, não queres que…

O baiano levanta-se de um salto, e afastando-se dele grita em alto e sonoro baianês:

– Aê, meu Rei… Tira essas mãozinhas de cima de mim, que eu ainda tenho seis meses de licença médica!

Se ao invés de…

SE AO INVÉS DE…

O que se teria passado se, ao invés de 3 Reis Magos, tivessem sido 3 Rainhas Magas?

– Teriam perguntado como chegar ao local e teriam chegado muitas horas antes!
– Teriam ajudado no parto e deixado o estábulo a brilhar!
– Teriam preparado uma panela de comida e teriam levado ofertas mais práticas!

Quais teriam sido os seus comentários ao partir?

– Viste as sandálias que a Maria usava com aquela túnica?
– O menino não se parece nada com o José!
– Virgem? Pois, está bem… já a conheço desde o liceu!
– Disseram-me que o José está desempregado!
– Queres apostar em como não te devolvem a panela?

O Desafio

Certa vez, o Diabo fez um desafio a Jesus: “Aposto como digito muito mais rápido que você…”
O desafio foi aceito. Se Jesus perdesse, o mundo passaria a ser controlado pelo Diabo de vez.
No dia marcado, Jesus de um lado com um supercomputador de última geração.
Todos a postos…
O diabo estala os dedos, enquanto Jesus olha calmamente para o seu oponente. Inicia-se a competição.
Aquele que digitasse mais texto em 30 minutos seria o vencedor. O diabo digita de maneira feroz,a uma base de 900 toques/ minuto.
Do outro lado da sala, Jesus digita usando apenas os dois dedos indicadores, no melhor estilo catador de milho em Jerusalém.
Quinze minutos se passam…
O diabo já digitou cerca de 10 Mb de texto, sem erros, enquanto Jesus ainda está na casa dos 5 Kb.
Vinte e nove minutos passados…
PLUM!!!!!!!! Cai a luz…
Desespero geral, pânico e choro.
Os juizes decidem terminar a competição pelo tamanho final do arquivo.
Tamanho final do backup do arquivo de Jesus: 10 Kb.
Tamanho final do arquivo de Belzebu: 0 Kb.
– Mas não pode ser!!!! – grita o canhestro.
– Isso é roubo!!!!! Roubo!!! – Reclama o chifrudo.
Reclama mas não adianta. Perde a competição.
Jesus volta tranqüilo para o paraíso, com um risinho de canto de boca.
Moral da historia: SÓ JESUS “SALVA”