Segurança bancária

Pela “evolução” da segurança bancária, sinto que em 2019 teremos que ser decatletas e recitar a genealogia até a centésima geração para conseguir acessar a conta corrente via internet.

(Francisco Teodorico, Dez2018)

Solução para a insegurança

Eu e minha vizinhança sofríamos de assaltos regularmente. Eu estava cheio disso!

Então desativei meu sistema de alarme, deixei de pagar o guarda noturno e dispensei a vigilância do bairro. No jardim de casa plantei 3 bandeiras: uma do Afeganistão, outra do Paquistão e no meio a bandeira negra do Estado Islâmico.

Agora somos vigiados pela Polícia local, Federal, Segurança Pública, Interpol, etc. vinte e quatro horas por dia, sete dias por semana. Meus filhos são seguidos quando vão para a escola, minha esposa quando sai de casa e eu quando vou e volto do trabalho.

Ninguém mexe conosco. Nunca me senti tão seguro.

Já me disseram que se eu botar uma de Cuba ainda ganho um dinheirinho da Dilma.