Moi de repôi nu ái iói

Ingridients
5 den di ái
3 cuié di ói
1 cabêss di repôi
1 cuié di mastumati
Salagosto

Mé qui fais?
Casca tu ái, pica u ái e
soca o ái cum sali.
Squentuói;
Foga o ái no ói quentim.
Pica o repôi bemm finim;
Foga o repôi.
Poim a mastumati e mesh
cacuié pra fazer o môi.
Prontim.

A moeda

Uma mulher está em pé, na calçada, engasgando. Ela, sem querer, engoliu uma moeda que ficou presa na garganta dela. Um homem de terno aparece, faz uma manobra Heimlich nela e a moeda é expelida.

A mulher diz: “Nossa, doutor, nem sei como agradecer!”

O homem responde: “Eu não sou médico, sou da Receita.”

Então ele pega a moeda e sai correndo.

(citado em Scandal, S02E11)

Declaraçõa de Renda Rejeitada Pela Receita Federal

DECLARAÇÃO DE RENDA REJEITADA PELA RECEITA FEDERAL

Um contribuinte teve sua declaração rejeitada pela Receita Federal porque, aparentemente, respondeu a uma das questões incorretamente.

Em resposta à pergunta: “Você tem dependentes?”

O homem escreveu: 40 mil imigrantes ilegais, 10 mil viciados, 150 mil servidores públicos, 150 mil criminosos em nossas prisões, além de uma porrada de políticos em Brasília e nos municípios.

A Receita afirmou que o preenchimento que ele deu foi inaceitável.

A resposta do homem à Receita foi:

De quem foi que eu me esqueci?

Receita de Peixe na Cerveja

RECEITA DE PEIXE NA CERVEJA

Ingredientes
2 kg de Tucunaré (ou similar)
1 lata de azeite
2 pimentões vermelhos
2 dentes de alho
4 cebolas médias
1 kg de tomate
Sal a gosto
12 latas de cerveja
1 mulher

Modo de Preparo
Ponha a mulher na cozinha com os ingredientes e feche a porta.
Tome cerveja durante duas horas e depois peça para servir o peixe.

É uma delícia e quase não dá trabalho.

Receita de Amor

COMO FAZER AMOR

Ingredientes:
– 04 olhos
– 04 pernas
– 04 braços
– 02 pacotes de leite
– 02 ovos
– 01 tigela
– 01 banana

Instruções:
1- olhe dentro dos olhos;
2- com os braços, abrir as pernas;
3- aperte e massageie os pacotes de leite delicadamente;
4- coloque suavemente a banana na tigela, retirando-a logo em seguida.
Repita o procedimento até adquirir consistência cremosa. Obs: para melhores resultados, continuar massageando os pacotes de leite.
5- ao elevar-se a temperatura, mergulhe a banana profundamente na tigela, cubra com os ovos e deixe-a umedecer preferencialmente. (NÃO pernoitar). O bolo estará pronto quando a banana amolecer. Caso isso não ocorra, repita os passos de 3 a 5 ou troque de tigela.

Observações:
– Se você se encontra em uma cozinha que lhe é estranha, lave bem os utensílios antes e após o uso;
– não lamba a tigela depois de usada;
– caso o bolo cresça, fuja!

Receita Médica

Um jovem médico, viajando de carro, percebeu que estava ficando sem combustível. Entrou num vilarejo e dirigiu-se a um posto de gasolina para abastecer o carro. Não viu uma viva alma no posto e, apesar de buzinar várias vezes, ninguém vinha atendê-lo. Finalmente apareceu um rapazinho que lhe disse:

– Não adianta buzinar, porque o posto está fechado; a filha do dono morreu ontem e todos estão no velório.

O jovem médico pensa uns segundos e chega à seguinte conclusão:

– Se não posso prosseguir e não sei a que horas irão retornar, vou até ao velório também, já que não posso fazer mais nada.

Lá chegando, aproxima-se do caixão por mera curiosidade, e de repente, observa algo extremamente raro. Chama o pai da ‘falecida’ e diz-lhe:

– Olhe, sou médico, a sua filha não está morta, está  em estado catatônico; parece morta, mas está viva!

O pai, nervosíssimo, pergunta:

– O Sr. pode fazer alguma coisa?

O jovem médico, explica-lhe que há uma possibilidade, embora remota, de traze-la à vida. Para isso, teriam que submetê-la a uma sensação muito forte.

Pergunta então ao pai:

– A sua filha tinha namorado?

Embora estranhando a pergunta, o pai respondeu sim, e que ele se encontrava presente.

– Bem, disse o jovem médico, então tirem o corpo do caixão, levem-no para uma cama junto com o namorado e deixem que eles façam sexo.

Ainda que com algumas reservas, o pai dá ordens para que seja feito tudo o que o doutor disse, mas pede para que ele fique, a fim de comprovar o ‘resultado’.

Passadas quatro horas abre-se a porta do quarto e, como por um milagre, a moça aparece vivinha da silva! Foi uma grande alegria para todos, que logo programam uma festa e convidam o jovem doutor.

Este se desculpa, alegando que tem de ir visitar um familiar que se encontra doente, mas promete passar pela aldeia na viagem de regresso.

Tanque cheio, o médico prossegue sua viagem.

Passados 15 dias ele regressa e decide cumprir o que prometera: passar pela aldeia para ver como estava a jovem ex-defunta.

Ao chegar ao posto, avista o mesmo rapaz, que desta vez esta ali tomando conta do negócio. Assim que reconhece o doutor, o rapaz corre desesperado ao seu encontro e lhe diz:

– Graças a Deus que o senhor voltou! Não sabíamos como encontrá-lo e estávamos a sua espera! O Sr. Engrácio, pai da menina que o senhor salvou, morreu há 10 dias! Metade do vilarejo já comeu ele, mas nada do homem ressuscitar!

MORAL DA HISTÓRIA
O mesmo medicamento não serve para todos! Não se automedique, nem aconselhe medicamentos a ninguém.

Procure um médico!!!!