A toda velocidade

Fascinado por carros, o sujeito acaba de comprar uma Ferrari.

Louco para testar o seu possante motor, pega uma estrada e logo está quase 200 km por hora. Neste instante, olha pelo retrovisor e vê um camponês numa bicicleta, a poucos metros de sua traseira. Espantado, ele afunda o pé no acelerador e vê o camponês ali, colado.

Momentos depois, boquiaberto, ele vê o sujeito na bicicleta ultrapassa-lo feito uma bala.

Pisa no acelerador novamente, ultrapassa o ciclista, mas logo em seguida, este toma a dianteira.

Irritado, encosta no acostamento, nesta hora o ciclista para ao seu lado e diz, desesperado:

– Graças a Deus o senhor parou! A porcaria do meu suspensório ficou presa no seu retrovisor.

Acidente Indecente

O sujeito está sozinho em casa, assistindo futebol e tomando sorvete, quando de repente toca o telefone:
– Alô! O senhor é o marido da Helena?
– Sou eu mesmo! Por quê?
– Tenho uma notícia um tanto desagradável para lhe dar: ela estava no banco de passageiro de uma Ferrari conversível que capotou três vezes na Avenida Central!
– Meu Deus! – grita o marido, desesperado – Ela morreu?
– Não… O motorista morreu… Mas a sua esposa foi jogada para fora da Ferrari, caiu em cima de um arbusto e acabou escapando ilesa!
– Ufa, que alívio! – desabafou o marido – Então eu não tenho razão para me preocupar…
– Tem sim! – continuou o informante – Você nem imagina o que ficou preso na boca dela!