Contribuições Patriotas

O sujeito está viajando de carro para Goiânia quando de repente o trânsito pára e a situação não muda por alguns minutos. Então ele desce do carro pra esticar as pernas, uma mulher aparece correndo, ofegante e ele pergunta o que está acontecendo.

– Uns sequestradores pegaram o Lula como refém e estão pedindo mil reais pra soltá-lo! Se ninguém der o dinheiro eles vão jogar gasolina nele e atear fogo! Então nós estamos passando de carro em carro para pedir donativos.

– E quanto vocês já conseguiram? – perguntou ele, aflito.

– Ahhh… Até agora uns vinte litros!

Jornalista criminoso

O jornalista não gostava, como a maioria do povo, da PresidAnta da República, e a xingava constantemente de burra, usando as páginas do jornal. Burra e ignorante, eram os elogios mais comuns.

Até um dia ser preso e processado. Finalmente veio a pena:

– Cinco anos por chamar a presidente de burra e ignorante!

– Cinco? Não é muita coisa? Uma injúria não chega a seis meses…

– A pena máxima é por revelar segredos de Estado!

Talentos

O Fernando Henrique vai à festa do 145º. aniversario do Roberto Marinho.

Mas ao chegar na entrada da supermansão, percebeu que tinha esquecido a sua carteira.

– Desculpe, mas sem convite não posso deixá-lo entrar – alegou o porteiro, todo educado.

– Mas, eu sou o Fernando Henrique Cardoso, sociólogo e ex-Presidente da República!

– Então, me mostre seus documentos!

– E que também não tenho documentos, esqueci a minha carteira!

– Desculpe-me, mas não vou poder deixar o senhor entrar!

– O que e isso? O senhor nunca me viu na TV? Olha bem para a minha cara!

– De fato, o senhor e muito parecido com o presidente, mas sabe como e… existem muitos sósias seu por ai… o senhor vai ter de provar que e o senhor mesmo!

– Mas o que você quer que eu faça?

– Não sei! O Pelé também se esqueceu dos documentos, ai eu lhe dei uma bola de futebol e ele fez uma demonstração, 20 embaixadinhas que logo me convenceu. O Oscar também esqueceu os documentos e eu lhe dei uma bola de basquete e ele fez uma demonstração, 10 cestas e provou que era o grande Oscar.

– Pô, mas eu não sei fazer nada!

– Ok! Pode entrar!

Armagedon

Era noite do dia 31 de dezembro de 1999. Yeltsin, Clinton e Bill Gates foram convidados para um jantar com Deus. Durante o jantar, Deus explicou o porquê de suas presenças:

– Eu precisava de três pessoas importantes para noticiar algo muito importante à Humanidade. Amanhã eu irei destruir o mundo!

Yeltsin, imediatamente, chamou seu gabinete e informou:

– Eu tenho duas más notícias a vos dar: Deus existe e amanhã ele irá destruir a Terra!

Clinton convocou uma reunião urgente com o Senado e o Congresso e disse-lhes:

– Tenho uma boa e uma má notícia: a boa é que Deus realmente existe, a má é que ele vai acabar com o mundo amanhã!

Bill Gates voltou à Microsoft e deu alegremente a notícia:

– Gente, tenho duas maravilhosas notícias para dar: a primeira é que sou uma das três pessoas mais importantes do mundo e a segunda é que não precisamos nos preocupar em resolver os bugs da próxima versão do Windows!

Os botões

Saddam Hussein e George W. Bush se encontram pela primeira vez, em Washington, para discutir a paz.

Quando Saddam sentou na poltrona destinada a ele, pôde ver que havia três botões na cadeira de Bush.

Depois de cinco minutos de conversa, Bush apertou o primeiro botão e uma luva de boxe saiu do braço direito da cadeira de Saddam e socou o ditador iraquiano na cara.

Confuso, Saddam continuou falando sobre paz enquanto Bush ria.

Alguns minutos depois, Bush apertou o segundo botão e uma bota acertou o traseiro de Saddam. Bush gargalhou tanto, que apertou o terceiro botão e um balde de água caiu na cabeça do iraquiano, enquanto o presidente americano rolava no chão de tanto rir.

Finalmente, Saddam se tocou de que o processo de paz havia fracassado e voltou a Bagdá.

Duas semanas depois, as negociações recomeçaram, e foi a vez de Bush ir ao Iraque.

Quando o americano chegou à sala do iraquiano, percebeu que na cadeira de Saddam havia três botões e ficou preparado para a revanche do ditador.

Eles começaram a conversar e Saddam apertou o primeiro botão. Bush se encolheu todo, mas nada aconteceu.

Saddam caiu na risada…

A conversa continuou e, alguns minutos depois, o ditador apertou o segundo botão. Bush deu um pulo na cadeira, mas nada aconteceu… e Saddam caiu na gargalhada.

Poucos segundos depois, Saddam apertou o terceiro botão. Bush arregalou os olhos, mas nada aconteceu. Saddam rolava no chão de tanto rir.

O americano, irritado com aquela bobagem, levantou-se e disse:

– Esqueça a paz! Estou voltando para Washington!

E Saddam, rindo feito louco, disse:

– Que Washington?

Utilidade da Educação

Um suíço, à procura de orientação sobre o caminho, pára seu carro ao lado de outro com dois brasileiros dentro.

– Entschuldigung,koennen Sie Deutsch sprechen?,perguntou o suíço.

Os dois brasileiros ficaram mudos.

– Excusez-moi, parlez vous Français?, tentou ele.

Os dois continuaram a olhar para ele impávidos e serenos.

– Prego signori, parlate Italiano? Nada por parte dos brasileiros.

Hablan ustedes Español? Nenhuma resposta.

– Please, do you speak English?

Nada… Angustiado, o suíço desiste e vai embora.

Palocci vira-se para Lula e diz:

– Talvez devêssemos aprender uma língua estrangeira.

– Mas pra quê companheiro?, pergunta Lula. Aquele idiota sabia cinco e não adiantou coisa alguma!