Ponto fora da curva

O sujeito entra num banco e vê todo mundo andando de um lado para o outro, olhando para o chão a procura de alguma coisa. Para satisfazer a sua curiosidade, ele vira-se para o único senhor que está em pé, parado e pergunta:

– O que está havendo por aqui?

– Foi um rapaz que deixou cair uma nota de 100 Reais e está todo mundo procurando!

– E o senhor? Por que não se mexe também?

– Porque o dinheiro está debaixo do meu sapato!

Anúncios

Questão de tempo

A patroa reclama com a empregada:
– Maria! Você anda muito relaxada ultimamente – e passando o dedo sobre a estante – essa poeira está aqui no mínimo há dois meses.
– Não é culpa minha, patroa! – defende-se a empregada. – Ainda não tem nem um mês que estou trabalhando para senhora!

Dúvida pertinente

A escola leva os seus alunos até uma delegacia para que os alunos aprendam como a polícia trabalha.

Joãozinho vê um cartaz com varias fotos dos assaltantes mais procurados. Ele aponta para uma das fotos e pergunta ao policial:

– Esse bandido é realmente perigoso?

– É sim, filho – responde o guarda. – Os investigadores estão caçando-o já faz oito meses.

Joãozinho responde:

– Por que vocês não o prenderam quando tiraram a foto?

Investigação

O detetive presta contas à cliente:

– Ontem eu segui o seu marido. Ele foi primeiro a um restaurante, depois entrou numa loja, passou num salão de beleza. Em seguida foi a um Shopping, depois foi à uma casa de chá, na sequência à uma casa de jogo de bingo, foi numa boate e depois para um motel.

– Mas que cafajeste! – protesta a mulher. – Eu mato esse desgraçado! Diga-me em detalhes o que ele fez em cada um destes lugares.

– Bem… não fez nada. Acho que só estava seguindo a senhora!

Tudo friamente calculado

Um casal de judeus chega ao consultório do médico terapeuta sexual. O médico pergunta:
– O que posso fazer por vocês?
Moisés responde:
– Você poderia ver a gente transando?
O médico olha espantado, mas concorda. Quando a transa termina, o médico diz:
– Não há nada errado na maneira como vocês fazem sexo.
E então, cobra R$ 70,00 pela consulta. Isto se repete por várias semanas. O casal marca um horário, faz sexo sem nenhum problema, paga o médico e deixa o consultório. Finalmente o médico resolve perguntar:
– Afinal, o que vocês estão tentando descobrir?
E o Moisés:
– Nada. O problema é que ela é casada e eu não posso ir a casa dela. Eu também sou casado e ela não pode ir até minha casa. No Motel Dunas, um quarto custa R$ 120,00. No Motel Ebony custa R$ 100,00. Aqui nós transamos por R$ 70 ,00, tenho acompanhamento médico, descolo um atestado, sou reembolsado em R$ 42,00 pela UNIMED e ainda consigo uma restituição do IR de R$ 19,20. Tudo calculado, o custo final é só de R$ 8,80…

Professora experiente

Uma professora universitária estava acabando de dar as últimas orientações para os alunos acerca da prova final que ocorreria no dia seguinte. Finalizou alertando que não haveria desculpas para a falta de nenhum aluno, com exceção de um grave ferimento, doença ou a morte de algum parente próximo. Um engraçadinho que sentava no fundo da classe, perguntou com aquele velho ar de cinismo:

“Dentre esses motivos justificados, podemos incluir o de extremo cansaço por atividade sexual?”

A classe explodiu em gargalhadas, com a professora aguardando pacientemente que o silêncio fosse restabelecido. Tão logo isso ocorreu, ela olhou para o palhaço e respondeu:

“Isto não é um motivo justificado. Como a prova será em forma de múltipla escolha, você pode vir para a classe e escrever com a outra mão… ou se não puder sentar-se, pode respondê-la em pé”.