Adivinhação

Um motorista é detido por um policial por excesso de velocidade.
– Documentos! Tenho que lhe aplicar uma multa.
– Chefe perdão, a verdade é que não percebi a velocidade, dê-me outra oportunidade por favor.
– Ok, como eu gosto de adivinhações, vou lhe fazer uma. Se adivinhar, não lhe aplico a multa.
– Muito bem, diga-me.
– É de noite, você vê ao longe dois faróis de forma redonda. Que é?
– Bem, eu diria que é um automóvel.
– Sim, mas é muito geral, poderia ser um Fusca, um Mercedes ou um BMW.
Bom, vou ter que lhe aplicar a multa.
– Não, por favor, dê-me mais uma oportunidade!
– Está bem. É de noite, ao longe você vê um farol de forma quadrada. Que é?
– Bem, eu diria que pode ser uma moto.
– Sim, mas é muito geral, poderia ser uma Kawasaki, uma Honda ou uma Suzuki. Agora sim, tenho que lhe aplicar a multa.
– Está bem, dê-me a multa, mas antes quero fazer uma adivinhação a você, visto que gosta muito disso.
– Muito bem, diga-me.
– É de noite, ao lado da rodovia você vê umas senhoritas. Quem são?
– Bem, eu diria que são putas.
– Sim, mas é muito geral, poderia ser sua mãe, sua esposa ou sua irmã.

Anúncios

Cowboy machão

O cowboy chega na cidade, encosta o cavalo e entra no saloon. Vai até o balcão, pede um uísque, bebe devagar e, ao terminar, sai novamente.

Alguns segundos depois ele volta para dentro do saloon, puto da vida, e grita:

– Tá certo! Agora eu quero saber quem foi o engraçadinho que pintou meu cavalo de amarelo!

Nesse momento um armário de 2,10 m e mais de 120 kg se levanta, mede o cowboy de alto a baixo e diz:

– Fui eu!

O cowboy responde com uma voz humilde:

– Pode passar a segunda mão que a primeira já secou.

Contos de foda

Um caminhoneiro está dirigindo pela estrada morrendo de vontade de encontrar uma mulher.

Ao passar por uma plantação de abóboras, ele pensa consigo mesmo:

– Uma abóbora? Macia e úmida por dentro… Hummmmm…

Sem ver ninguém por perto ele pára o caminhão, escolhe a abóbora mais bonita, corta um buraco no tamanho apropriado e começa a transar com ela.

Fica tão empolgado que nem percebe a chegada de uma viatura da polícia.

– Desculpe-me, senhor! – interrompe o policial. – Mas por acaso o senhor está transando com uma abóbora?

O caminhoneiro olha assustado para o policial e diz:

– Uma abóbora? Caramba, Cinderela! Já é meia-noite?