Procurando Jesus

Como você sabe, os batistas são batizados adultos, e que isso é feito afundando-os por completo na água de um rio. Esta é a história de um mendigo, bêbado como um gambá, que chega no meio de uma cerimônia batista. Vendo o pastor no meio do rio, o bêbado junta-se a ele meio cambaleando. O homem da igreja, que não notou o estado de ebriedade de sua ovelha diz:

– Irmão, você está pronto para encontrar Jesus?

O bêbado olha atrás dele, constata que é com ele mesmo e então responde:

– Lógico, reverendo… lógico que estou.

Nesse momento, o pastor o agarra pelo pescoço e lhe afunda a cabeça debaixo d’água, e o traz à tona.

– Você encontrou Jesus? – pergunta o reverendo.

– Não, eu não encontrei – responde o bêbado.

O reverendo mergulha-o um pouco mais desta vez e em seguida pergunta:

– E agora, irmão, você encontrou Jesus?

– Nããããão, reverendo, ainda não.

Irritado, o pastor deixa o bêbado uns bons 30 segundos debaixo d’água, e em seguida pergunta:

– E agora, você encontrou Jesus, afinal?

O bêbado murmura no ouvido do pastor:

– O senhor tem certeza de que foi aqui que ele caiu?

Caminho do Céu

Igreja lotada, o padre interrompe o sermão e pergunta:

– Quem deseja ir para o céu levante a mão!

Todo mundo levanta a mão, menos um sujeito sentado na primeira fila, caindo de bêbado.

– O senhor não quer ir para o céu quando morrer? – pergunta-lhe o padre.

E o bêbado:

– Ah… Quando morrer eu quero! Pensei que o senhor tava organizando a caravana pra hoje!

Receita de Natal – Peru com Whisky

RECEITA DE NATAL
Peru com Whisky

Ingredientes:
01 Garrafa de Whisky – do bom, é claro!!
01 peru de aproximadamente 5 Kg
Sal, Pimenta e cheiro verde á gosto
350 ml de azeite extra virgem
500 g de bacon em fatias
Nozes moídas

Modo de Preparar

Envolver o peru no bacon e temperá-lo com sal, pimenta e cheiro verde á gosto.
Massageá-lo com azeite.
Pré-aquecer o forno por aproximadamente 10 minutos.
Servir-se de uma boa dose (caprichada) de Whisky enquanto aguarda.
Colocar o peru em uma assadeira grande.
Sirva-se de mais duas doses de Whisky.
Axustar o terbostato na marca 3, e, debois de uns binte binutos, botar para assassinar. Digu, assar a ave.
Derrubar uma dose de Whisky.
Bedois de beia hora, formar a baertura e controlar a asssadura do pato.
Tentar zentar na gadeira, servir-se de uooooootra dose sarada de Whisky.
Cozer (?), costurar (?), cozinhar (?), sei lá, foda-se o berú.
Deixááá o filho da puta no vorno por umas 4 horas.
Tentar retirar a merda do berú.
Mandar mais uma boa dose de Whisky prá dentro – de V. é claro.
Tentar novamente tirar o sacana do berú do vorno, porque na primeira deenndadiiiva dããão deeeeeeeuuuu.
Begar o berú que gaiu no jão, e, enxugar o filho da puta com o bano de jão e cologá-lo numa pandeja ou qualquer outra borra, bois, avinal, vc nem gossssssssta buito dessa bosta besbo.
Bronto!!!

Os bêbados e o táxi

Três bêbados entram num táxi. O taxista percebe o nível de embriaguez dos rapazes. Liga o motor, volta a desligar e diz:

– Chegamos.

Os três bêbados descem. O primeiro paga, o segundo agradece e o terceiro da-lhe um soco na cara.

O taxista achando que tinha sido descoberto pergunta:

– O que foi?

– Prá que correr tanto, seu v…?