Ops

No meio da festa de noivado, o sujeito recebe um arranjo de flores com um cartão onde estava escrito:

“Descanse em paz.”

Revoltado com o que achava ser uma brincadeira de mau gosto, ele liga imediatamente para a floricultura e exige uma explicação. O funcionário da floricultura ouve atentamente o acontecido e solta uma estrondosa gargalhada:

– E o senhor ainda ri? – pergunta o sujeito, agora mais irritado. – Posso saber o que há de tão engraçado?

– O senhor já pensou – respondeu o funcionário da floricultura, sem parar de rir – na cara dos familiares do defunto ao receber um cartão de “Até que enfim, hein”?