Copos estranhos

Manoel entra em um restaurante grã-fino e se depara com as mesas bem arrumadas. Pratos, talheres, guardanapos. Tudo no seu devido lugar. O que mais chama a sua atenção são os copos, colocados na mesa com a boca virada para baixo:

– Raios! Estes copos não têm boca!

Então ele pega um deles, olha embaixo e diz:

– E nem têm fundo!