Capacidade oculta

Joca sempre foi o número 2 da luta livre. Ele sempre sonhou derrotar o número 1, o Detonador, mas seu técnico sempre conseguiu evitar o combate. O motivo é que o Detonador tem uma pegada secreta que já encerrou a carreira dos seus nove desafiantes anteriores.

Joca insiste tanto e tanto que, finalmente, o técnico arruma uma luta contra o Detonador.

A luta começa.

Rapidamente o Detonador agarra Joca e tenta aplicar o golpe secreto. O técnico vira o rosto para não ver o massacre…

É nesse momento que ele está de costas para a luta que ele ouve um berro terrível, seguido de um clamor da platéia. Ele se vira para contemplar o desastre… e vê que o Joca conseguiu jogar o Detonador para fora do ringue!

O combate é imediatamente encerrado, com a vitória do Joca. De volta ao vestiário, o técnico pergunta ao Joca como ele conseguiu este prodígio.

Joca responde:

– Eu estava de cabeça para baixo, a cintura esmagada pelo braço do Detonador. Eu estava a ponto de abandonar qualquer resistência quando vi um par de bolas. Sabia que era minha única chance de ele me soltar, e como as bolas estavam próximas de minha boca, eu dei uma dentada com toda minha força.

– Uau – responde o técnico – que presença de espírito! Meus parabéns, mesmo que não tenha sido muito leal, em todos os casos foi muito eficaz!

– Pois é, – diz o Joca – é incrível o que um homem consegue fazer quando morde as próprias bolas!