Negociando

Uma dona de casa recebe um amante todo dia em sua casa a tarde, enquanto o marido trabalha.
Durante suas safadezas, ela deixa o filhinho de 9 anos trancado no armário do quarto.
Certo dia o marido chegou em casa e o amante ainda estava lá. Então ela trancou o amante no armário junto com o filho. Eles ficaram lá um tempo, até que o menino falou:
– Escuro aqui, não?
– É, está.
– Eu tenho uma bola de baseball.
– Que legal!
– Quer comprar?
– Não!
– Meu pai está lá fora!
– Quanto você quer pela bola?
– R$ 25,00.
– Toma.
Uma semana depois, o marido torna a chegar cedo. O amante está na casa. O menino está no armário. O amante vai pro armário. Eles ficam lá em silêncio até que o menino fala:
– Escuro aqui, não?
– É, está.
– Eu tenho uma luva de baseball.
– Que bom.
– Quer comprar?
O homem lembrando da outra semana:
– Claro, quanto é?
– R$ 75,00.
– Aqui está.
No fim-de-semana o pai chama o filho:
– Pega a bola e a luva e vamos jogar.
– Não dá pai. Eu vendi tudo.
– Vendeu?? Por quanto?
– R$ 100,00.
– Filho! Você não pode ficar enganando seus amigos assim. Em lugar algum a gente paga tanto por isso. Vou levá-lo agora no padre para que você confesse. Chegando na igreja, o menino entra na portinha, se ajoelha e fecha a portinha. Uma janelinha se abre para que o padre possa ouvir o menino.
– Meu filho, não temas a Deus, diga e Ele te perdoará. Qual seu pecado?
– Escuro aqui não???
– Não vá começar com essa merda de novo!!!
Anúncios