FAQ das pessoas que moram em Santos e trabalham em São Paulo

FAQ DAS PESSOAS QUE MORAM EM SANTOS E TRABALHAM EM SÃO PAULO

Como é um saco ter que responder sempre as mesmas perguntas, foi elaborada uma FAQ – respostas às perguntas mais freqüentemente respondidas por um funcionário que mora em Santos e trabalha em São Paulo.

Frase: – Estou trabalhando em São Paulo.

Pergunta: – Mas em São Paulo??
R1:- Não. Em Quixeramobim, Ceará.
R2:- Não. Miami, Flórida.
R3:- É. Na Rua São Paulo no Cambuí, conhece?

Pergunta: – Mas você vai e volta todo dia?
R1:- Não. O prédio da empresa vem prá Santos todo dia, eu trabalho nele e ele volta prá SP.
R2:- Não. O ônibus vai e volta, comigo dentro.

Pergunta: – Mas você vai de ônibus fretado?
R1:- Não. Vou disparado por um canhão.
R2:- Não. Eu me anexo em uma mensagem e me envio por e-mail para eu mesmo.
R3:- Não. Vou por transmimento de pensação.

Pergunta: – Mas o ônibus te deixa na porta e te pega na porta?
R1:- Não. Me deixa na janela e me pega na chaminé.
R2:- Não. Me deixa no ponto e me pega no ponto.

Pergunta: – Mas você almoça por lá mesmo?
R1:- Não. Eu vou até o Shopping Praiamar, como alguma coisa e volto rapidinho…
R2:- Não. Por lá eles não tem esse hábito.

Pergunta: – Você vai do serviço direto para a faculdade?
R1:- Não. Eu passo no orquidário para ver a exposição de bromélias depois eu vou para a aula.
R2:- Não. Eu paro para comer uma paçoquinha depois eu vou.

Pergunta: – Mas não é cansativo?
R1:- Não. É revigorante.
R2:- Não mais que responder essas perguntas idiotas.

Pergunta: – Mas dá tempo?
R1:- Não. Eu chego no final do Pai-nosso.
R2:- Dá de sobra. Quando eu chego ainda estão passando os trailers…

Pergunta: – E vale a pena?
R1:- Não. Eu sou sadomasoquista.
R2:- Não, é que eu sou trouxa mesmo.

Pergunta: – Mas dá pra manter o emprego e a faculdade?
R1:- Não. Vou ter que matar um dos dois.
R2:- Não. Na verdade não dá pra manter nenhum dos dois. É que eu estou muito afim de bombar de ano e ser demitido…

Pergunta: – Mas você tem que acordar muito cedo então…
R1:- Não. Acordo ao meio dia para entrar as 8:00.
R2:- Não. Eu acordo a hora que eu quiser e volto o relógio para 5:15.

Pergunta: – Mas você pode dormir no ônibus né?
R1:- Não. O motorista não deixa.
R2:- Não. Na verdade ninguém dorme. É que todo mundo relembra as excursões para o Playcenter e vamos cantando a viagem toda.
R3:- Não responda essa. Dê um soco na cara do idiota que pensa que é possível dormir naquele banco horrível!

Pergunta: – E se você perder o ônibus?
R1:- Pego o canhão de volta.
R2:- Pego meu celular e digo “Beam me up, Scotty”
R3:- Minha única esperança é que o prédio não se atrase pra chegar…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s