A velhinha

A VELHINHA

Um jovem bonito, com um corpo escultural, estava desempregado pois acabava de concluir seus estudos.
Como não tinha dinheiro, e precisava pagar o aluguel, a água, a luz, a comida, etc. decidiu se prostituir e coloca na porta do seu apartamento um cartaz com letras bem grades:

NA CAMA: $100.00
NO SOFÁ: $50.00
NO CHÃO: $25.00
Nisso passa uma velhinha e fica olhando com atenção o cartaz, corre para sua casa, quebra o cofrinho, conta o dinheiro e vai ver o jovem prostituto.
Ao ver o jovem, mostra as moedas que leva na mão. O rapaz se detêm, a observa, e conta o dinheiro.
São $100.00. O jovem olha a velhinha e fala:
– Velhinha danada.. quer na caminha, é!!?
Sorrindo, a velhinha responde:
– Não seja ingênuo, meu filho… EU quero QUATRO vezes no chão!