A freada

O bêbado entrou no ônibus, parou lá na frente e apontando para o lado direito, disse:
– Todo mundo desse lado de cá é veado!
E apontando para o outro lado:
– E todo mundo desse lado é vagabundo!
Um passageiro, inconformado, levantou-se e disse:
– Eu não sou veado!
E o bêbado:
– Então passa para o lado de lá pra não fazer confusão!
Nisso, o motorista furioso freiou o ônibus bruscamente fazendo com que todos os passageiros caíssem no chão, levantou-se,
apontou o dedo na cara do bêbado e berrou:
– Quem foi que você chamou de veado?
E o bêbado:
– Agora eu não sei mais… você misturou tudo!